terça-feira, 27 de abril de 2010

Tecidos de fibra de bambu e PAP tingimento de lã natural

Boa noite!

Tenho dois assuntos interessantes pra compartilhar com vocês. O primeiro é mais uma notícia que um assunto propriamente dito.

O Superzíper, antes de um post de PAP de tingimento de lã 100% natural utilizando suco em pó, divulgou que há uma pessoa que cria merinos australianos. O que é merino? Aaaahhhhh..... é uma daquelas lãs de toque m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o, caras, que a gente encontra ou importado ou importado (!). Leiam esse post que elas explicam melhor. Achei super interessante! Ainda vou me aventurar a comprar uns 500 gramas dessa fofura...

O preço está bom, se formos comparar com o que encontramos por aí (é feito aqui na terrinha, gente!). Achei a explicação das moças sobre o tingimento muito legal, mas eu com novelos de puro merino na cor cru ia me esfalfar com o beginho, mesmo. O mais interessante na fabricação desse fio é que a fiação é artesanal, na roca de mão mesmo!

Dêem uma espiadinha lá!

O segundo é notícia, mesmo. Pro pessoal que consome conscientemente, os "eco friends" =)
Pra quem entende Inglês, passem aqui e aqui.

É o seguinte (lá vai a tradução meia-boca, porque não sentei pra ler tudo e traduzir tim-tim por tim-tim - então vai resumidamente):
De acordo com as duas fontes citadas, fabricantes que alegam que os tecidos são feitos de fibra de bambu, ecologicamente correto, propriedades anti-bactericidas e o escambau, deveriam comprovar todas essas alegações. Por que? O processo de fabricação desses tecidos envolve produtos químicos e (completamente) não ecológicos, deixando resíduos poluentes no meio-ambiente. Aliás, tudo o que se obtém ao final do processo é rayon (procurem como é fabricado no buscador pra verem como é pura química!), não restando coisa alguma das fibras da planta.
Olhem só esse folheto de processo de fabricação de uma marca pra comprovarem.

Se procuram por tecidos ecologicamente corretos, verifiquem se os mesmos são certificados. Nessa conversa de proteger o meio ambiente já estão surgindo muitas pessoas que querem passar a mensagem quando na realidade estão fazendo exatamente o oposto.
O algodão, por exemplo, é conhecidamente não-amigável nessa questão, salvo o orgânico, pois é necessária alta concentração de pesticidas pra que se possa ter uma quantidade razoável (comercialmente falando) dele.


Por hoje é só. Espero que tenha sido útil =D


Abraço!

3 comentários:

  1. Carolina, quanta coisa bonita no seu blog!! quantas idéias e dicas! Adorei tudinho:))
    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Querida Carolina!

    Usei o barbante nº 2. Ja tem bastante tempo que o fiz. Se não me engano gastei em torno de 5 a 6 bolas do barbante de 370 gr. Não tenho a menor idéia de quanto vai gastar. Esse ponto gasta muita linha. Sugiro comprar a mais e depois trocar o que sobrar por outra mercadoria. Aqui onde faço minhas compras eles trocam mediante apresentação do cupom de compra.



    BONS CROCHETS!

    Abraços com carinho,

    Sônia Maria

    ResponderExcluir
  3. Oi Carolina.
    Adorei seus trabalhos! Parabéns!!!
    Já sou sua nova seguidora.....
    Bjs!!!
    Rosangela.

    ResponderExcluir

Fique à vontade, este espaço é todo seu!
Não se acanhe em fazer críticas, afinal estamos todos aprendendo.
E não se esqueça de deixar seu e-mail ou endereço do seu blog para que eu possa responder e/ou visitá-lo.

Abraços

Carolina